Facebook, Twitter, Youtube e a supremacia branca

06.08.2019

No final do ano passado, as plataformas Facebook, Twitter e Youtube implementaram algumas medidas contra o discurso de ódio e supremacia branca. No entanto, casos como os tiroteios em El Paso, no Texas , e em Dayton, Ohio demonstram que tais medidas podem estar sendo insuficientes. Em resposta, aos acontecimentos os responsáveis pelas plataformas disseram estar tomando medidas tirando conteúdos do ar e excluindo páginas/grupos que tenham afinidades com o discurso de ódio.

 

Leia na íntegra.

Please reload

Posts Em Destaque

"Cultura, Comunicação Organizacional e Novas Tecnologias" é tema de análise no RJ

22.10.2019

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo