Evento “Cultura, Mídia e Mulher” mostra a importância do papel e da identidade feminina no Brasil

03.09.2019

 

 

 

​No dia 02 de setembro de 2019 foi realizado na Fundação Casa de Rui Barbosa o II Ciclo de Palestras "Paradigmas Culturais Hoje" que analisou a temática “Cultura, Mídia e Mulher”. Com a presença de pesquisadores, ativistas e alunos de graduação e Pós-graduação das áreas cultural e midiática, o evento contou com a participação de especialistas que examinaram o papel e a identidade da mulher contemporânea no cenário brasileiro. 

 

O evento teve início com uma aula especial sobre as identidades descritas por Stuart Hall em sua obra "A identidade cultural na Pós-modernidade", ministrada pela coordenadora do evento e professora do Mestrado em Memória e Acervos da FCRB, Eula Cabral. Analisou-se a crise das identidades nos séculos XX e XXI; os conceitos sobre identidade criados a partir do sujeito individualista até o pós-moderno, desprovido de identidade fixa; como o movimento feminista influenciou como crítica teórica e movimento social; a importância e mudanças nas culturas nacionais diante da globalização e do local; e a(s) identidade(s) e o papel da mulher brasileira. 

 

A empreendedora social Linda Rojas mostrou o que é, qual a importância e por que desenvolve o projeto Uma Linda Janela, desde 2016. Contou sobre a superação da passagem de dois cânceres de mama em sua vida e a relevância de se trabalhar em prol do ser humano. Acreditando que através de ações e projetos é possível deixar um legado positivo no mundo, Rojas já realizou mais de 30 palestras em multinacionais, faculdades, startups, clínicas e empresas de diversos segmentos e vem ajudando milhares de pessoas em suas mídias digitais (blog e Instagram).

 

Em seguida, a produtora executiva da MAB - Multi Arte BrasilMaria Tereza Pontes, mostrou o projeto “Mulheres Luminosas” que apresenta mulheres que fizeram diferença na cultura brasileira, como Chiquinha Gonzaga. Trabalhando há mais de 35 anos, como coprodutora da Mostra "Live Cinema", produtora executiva da Exposição "Rio 450 anos de música", produtora de projetos no Fantástico - “A Vida como ela é”, “Hilda Furacão”, “Você Decide”, “Dona Flor e seus dois maridos”, Pontes ressaltou que a mulher precisa continuar em frente trabalhando, estudando e fazendo novos e grandes projetos. 

 

A advogada Gabriela Azevedo contou sua experiência de vida como intelectual e mãe de dois meninos. Bacharel e licenciada em História pela UNIRIO (2013) e em Direito pela UFRJ (2013), Mestre em Direito pela PUC-Rio (2015) e em Direito pela UERJ (2016), Azevedo está cursando seu doutorado em Direito na UERJ. Explicou que, mesmo sendo mãe de crianças pequenas, continua realizando suas pesquisas científicas sobre a inserção da mulher no Direito de Família e atuando como ativista em grupos de Feminismo Materno e em defesa da escola pública municipal.

 

Após a análise das especialistas, foi aberto o debate tendo a participação do público que levantou questionamentos, tirou dúvidas e trocou experiências com as quatro palestrantes. O II Ciclo de Palestras "Paradigmas Culturais Hoje" realizará mais três eventos na Sala de Cursos da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB). As inscrições são gratuitas e limitadas e podem ser feitas a partir do envio de email para coloquio.epcc@gmail.com


Confira os próximos eventos:

 

Cultura, Mídia e Religião

Data: 16/09/2019

Palestrantes: Larissa Cesar (UFF); Magali Cunha (Intercom); Letícia Moreira (UFF) e Eula Cabral (FCRB)

 

Televisão e Cultura Brasileira

Data: 23/09/2019

Palestrantes: Maria Byington (Rede Globo); João Alegria (Futura); Rita Marques (IFTA); Eula Cabral (FCRB)         

 

Cultura, Comunicação Organizacional e Novas Tecnologias

Data: 04/11/2019

Palestrantes: Lívia Brito (Coletivo autônomo de mulheres pretas - Adelinas); Regina Varella de Almeida (UFRJ); Eula Cabral (FCRB)

 

II Ciclo de Palestras "Paradigmas Culturais Hoje" é uma realização da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)Setor de Políticas Culturais, projeto Economia Política da Comunicação e da Cultura (EPCC) e do Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos - Mestrado Profissional em Memória e Acervos (PPGMA/FCRB); do Centro de Pesquisa e Produção em Comunicação e Emergência (EMERGE); e do GT1 – Políticas de Comunicação, da União Latina de Economia, Política da Informação e Cultura, capítulo Brasil (ULEPICC-Br).

Please reload

Posts Em Destaque

"Cultura, Comunicação Organizacional e Novas Tecnologias" é tema de análise no RJ

22.10.2019

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo